Filme "A Cabana"

||

"A Cabana" é um filme baseado no best-seller de William P. Yong, lançado em 2007. Quando soube da adaptação para o cinema fiquei bastante curiosa, pois gostei muito do livro. O romance conta a história de Mack Philips (Sam Worthington), que vê sua vida perfeita destruída após a trágica morte de sua filha caçula.


Durante um acampamento em família, a menina desaparece após alguns minutos de distração do pai. A polícia é acionada e encontra indícios de que a pequena Missy havia sido sequestrada por um psicopata e brutalmente assassinada. Porém o corpo nunca foi encontrado, apenas vestígios como o vestido que ela usava e sangue foram descobertos em uma cabana. Mack entra numa depressão profunda e culpa a si mesmo e a Deus pelo ocorrido. Alguns anos se passam e o protagonista encontra em sua caixa de correio um bilhete, supostamente assinado por Deus, pedindo que ele voltasse à cabana onde tudo aconteceu. A princípio ele pensa se tratar de uma brincadeira de mal gosto ou um bilhete do próprio assassino, porém mesmo assim decide ir até lá.


Na cabana ele encontra o próprio Deus (Octavia Spencer), Jesus (Avraham Aviv Alush) e o Espírito Santo, ou Sarayu (Sumire Matsubara). Imagine como um homem revoltado por uma tragédia familiar desse porte reagiria diante de Deus. A primeira reação de Mack é de muita revolta e questionamentos, porém ao longo do filme ele é convidado a ver a espiritualidade por um outro ângulo e de certa forma se colocar no lugar de Deus. A partir do convívio com as três figuras da santíssima trindade ele vai descobrindo mais sobre si mesmo e caminha na direção do perdão. Na verdade o tema central da história é justamente esse, o perdão. Lembro que quando li o livro fiquei à espera da prisão do assassino, uma explicação para o caso, uma punição ou algo do tipo, mas realmente o foco não era esse, mas sim nos levar à essa reflexão. Confesso que a ideia de perdoar alguém que tivesse matado uma filha minha é algo bem difícil de digerir para mim, mas há uma explicação para isso no filme também. Para quem ainda não leu o livro eu sugiro que leia, mesmo que depois do filme, pois essas questões são tratadas mais profundamente. Gostei de vários aspectos do filme, como a fotografia, que conseguiu reproduzir exatamente o cenário que eu imaginava ao ler o livro. Outro ponto positivo é a interpretação dos atores Octavia Spencer (Deus) e Avraham Aviv Alush (Jesus). Temos também a participação da brasileira Alice Braga, numa cena importantíssima para a história, gostei da atuação dela também. Porém outros atores me decepcionaram um pouco, além de ter achado o ritmo do filme um pouco arrastado. Mesmo com esses probleminhas, acho que é um filme que merece sim ser visto, principalmente pela mensagem final da história.

        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© BL Design - 2016. Todos os direitos reservados || Tudo aqui é feito com amor.
Criado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo