Produtos que ajudam a reduzir o volume dos cabelos

||

Com exceção das que possuem um cabelo cacheado estilo princesa da Disney ou um black super estiloso, volume não costuma ser algo muito desejado nos cabelos da maioria das mulheres, especialmente pra quem tem um ondulado "2 A" totalmente indefinido como o meu. Existem alguns produtos que podem nos ajudar a controlar esse excesso de volume e a dar um pouco de forma às nossas ondas. Listei os meus preferidos, separados por categoria. Lembrando que a maioria possui óleos na fórmula, porém não necessariamente irão pesar nos fios.



Shampoos






Um shampoo hidratante faz toda a diferença para quem possui fios ressecados e com volume. Dependendo da qualidade e dos ativos presentes, o shampoo já inicia o tratamento capilar, por isso acho importantíssimo investir num bom produto. A faixa de pH também influencia no resultado final, o ideal é que o shampoo seja levemente ácido (pH entre 4,5 a 5,0), dessa forma ocorre uma menor agressão aos fios. Os meus 2 shampoos preferidos possuem todas essas características:

1-  Argan Oil shampoo de hidratação: Esse shampoo apesar de possuir sulfato é mais hidratante que muitos shampoos liberados para "Low Poo", acredite. A fórmula contém óleo de argan, óleo de jojoba e manteiga de cacau como principais ingredientes. A textura é leitosa e faz pouca espuma. Além da sensação de limpeza, já é possível sentir um efeito hidratante nos fios, sendo até possível desembaraçar dos cabelos após usá-lo.

2- Inoar Divine Curls: Já falei um pouco dele nesse post aqui, pois foi o shampoo sem sulfato que mais deu certo pra mim. A textura dele é em creme, mas limpa bem. Os principais ingredientes são: óleo de pequi, óleo de macadâmia, óleo de argan e vitamina E.

A Inoar não é uma marca com preços extremamente populares, mas os produtos têm ótimo custo-benefício. O kit de 1L de shampoo e condicionador da linha Argan Oil varia de R$50,00 a R$70,00, já a linha Divine Curls só é vendida nas embalagens de 250 ml e custa em média R$50,00 o kit. Apesar da quantidade menor, o shampoo Divine Curls também dura bastante e é um bom investimento, principalmente se você segue o "Low Poo".


Máscaras


Essas são as duas máscaras que realmente me fazem sentir redução real do volume ao utilizar. Porém uma é bem mais potente e a outra é mais indicada para uso diário/frequente por não pesar demais:

1- Amend Discipline Liss: Essa é a máscara mais potente que já usei para redução de volume, ganhando até mesmo de marcas mais caras. A fórmula é em rica em óleos como o de avelã e camelina, além de alguns aminoácidos, o que a torna uma máscara bem completa. É uma das minhas máscaras preferidas de toda a vida, sempre citada no blog, a resenha completa você encontra aqui.

2- Novex Santo Black: Essa é a queridinha do momento entre as cacheadas e crespas, mas funciona muito bem em onduladas e talvez até em lisas, pois ela não pesa nada. Apesar de não pesar, ela promove um efeito de redução de volume, frizz e até disfarça as pontas duplas. A fórmula contém manteiga de karité e óleo de baobá, além de alguns extratos botânicos. Além dos efeitos citados ela também deixa os fios bem macios e soltos, por isso no cronograma capilar ela seria definida como uma "hidro-nutrição". É ótima para uso frequente e pode ser usada até como condicionador, por possuir pH baixo (3,4).


Condicionador



É difícil um condicionador fazer diferença na redução de volume, ainda mais sendo baratinho como esse, mas o Élseve Nutrição Intensa consegue sim esse feito! A textura dele é bem grossa e possui pequenas partículas brilhantes, dura uma eternidade. A sensação é de estar passando uma máscara, caso a que você usou não tenha "desmaiado" os fios totalmente ele consegue terminar esse trabalho. A fórmula contém óleo de coco, óleo de semente de girassol e é liberado para "No Poo".


Cremes de pentear


Caso você tenha um cabelo liso, mesmo que seja volumoso, pode achar que deve dispensar o uso dos cremes de pentear, grande erro! Pode ser que seja justo ele que esteja fazendo falta para dar forma ao seu cabelo. O segredo nesse caso é a quantidade: se você for ondulada "2A" ou lisa, vai precisar de pouco creme, o tamanho de uma moeda de 1 real já é suficiente para todo o cabelo. Tente passar no comprimento e nas pontas, evitando a raiz para não ter o efeito pesado. Seguem os meus cremes preferidos:

1- Creme defrizante Amend Pós-Progressiva: Mesmo quem não possui progressiva pode utilizar esse produto. A fórmula contém aminoácidos, silicones, glicerina e ácido cítrico. Possui proteção térmica e tem um cheiro doce maravilhoso. Liberado para "Low Poo".

2- Creme de pentear Novex Santo Black: A fórmula é bem parecida com a da máscara da mesma linha, tem como o principal ingrediente o óleo de baobá. A textura é leve, porém dá conta de controlar o volume, além de deixar os fios macios e hidratados, complementando a ação da máscara. A embalagem contém 500 ml, para as onduladas e lisas dura uma vida. Liberado para "No Poo".

3-Color Fixation da Surya Brasil: Produto mais "natureba" da lista: vegano, não testado em animais e liberado para "No Poo". A fórmula contém vários extratos botânicos (hena, cenoura, acerola, babosa entre ouros), óleos (laranja,buriti, entre outros) e manteiga de cacau. A textura é mais grossinha que os anteriores, com uma quantidade bem pequena é possível aplicar em todo o cabelo.


Óleos finalizadores


Após o cabelo secar sempre permanece aquele bendito frizz, é aí que entram em ação os óleos finalizadores. Claro que se usamos pouca quantidade de creme, a de óleo será menor ainda, ok? Uma gotinha já basta. Os meus escolhidos já são velhos conhecidos do blog, já fiz um post completo sobre esses três. O melhor é que nenhum deles pesa nos fios.

1- Cristalli Liquidi ,da Alfaparf: O mais fluido de todos e também o mais caro, porém vale o investimento. Contém extrato de semente de linhaça, vitamnina E, ômega-3 e ômega-6. Liberado para "Low Poo".

2- Pinga, da Lola Cosmetics: O mais espesso da lista, é necessário usar uma quantidade bem menor para não pesar. A fórmula é a base de óleos e é liberada para "No Poo". Testei as versões " Açaí e Pracaxi" e "Patauá e Moringa".

3- Argan Oil, da Inoar: Textura um pouco viscosa, porém menos que o Pinga. Contém óleo de argan como principal ingrediente e é liberado para "Low Poo".

O post completo sobre eles você encontra aqui.

Todos os produtos citados foram testados e deram muito certo no meu cabelo, que é um "2 A" bem volumoso. Caso o seu cabelo seja parecido com o meu, acredito que funcionem pra você também.







Como ter os benefícios do co-wash sem seguir o No Poo

||
Já falamos sobre o Método Curly Girl (Low e No Poo) várias vezes aqui no blog e eu particularmente sigo o "Low Poo", pois sempre tive um pé atrás com o "No Poo" por achá-lo muito restritivo entre outros motivos que citei nesse post: Low e No Poo sem neuras: Parte 2. Apesar disso sempre busco alternativas de produtos mais hidratantes para o meu cabelo, que é extremamente seco e com coloração. Nessa busca acabei encontrando um shampoo que é muito semelhante a um co-wash: o Divine Curls da Inoar. Ele tem textura de condicionador e possui como agentes limpantes somente anfóteros, ou seja, na prática acabei aprendendo a lavar os cabelos como se estivesse usando um co-wash de fato. O melhor é que tenho os benefícios da técnica sem ter que me preocupar com os silicones insolúveis, já que os anfóteros conseguem removê-los. Pensando nisso fiz esse post com dicas de produtos para você que tem vontade de testar um co-wash, mas não tem a mínima paciência para seguir o "No Poo" de forma restrita. Existem basicamente 2 formas de se conseguir isso:


Shampoo creme

A primeira forma é utilizar um shampoo com textura de creme, normalmente eles são mais hidratantes que os shampoos tradicionais e conseguem remover os silicones insolúveis. Seguem alguns exemplos abaixo:


1- Divine Curls, da Inoar: Esse é o meu queridinho, o shampoo mais hidratante que usei na vida. A fórmula possui óleo de pequi, óleo de macadâmia, óleo de argan, glicerina, D-Panthenol e vitamina E, além dos anfóteros.

2- Light Poo Tudo em Um, da Élseve: A marca lançou esse produto com a proposta de ser um creme multifuncional, que sozinho já desse conta de lavar, condicionar e modelar. Existe uma polêmica entre as seguidoras da técnica pelo fato do produto conter silicone insolúvel, o que não poderia classificá-lo como um co-wash. Por essa razão eu o coloquei na categoria de shampoo. O silicone nesse caso não se acumula nos fios, pois o próprio Light Poo contém anfótero. Logicamente que a lavagem seguinte deve ser feita com o próprio produto ou outro shampoo (com ou sem sulfato). A Élseve criou 4 versões, baseadas nas linhas já existentes da marca: Reparação Total 5, Óleo Extraordinário, Quera-Liso e Supreme Control. Os principais ativos das fórmulas são os mesmos das referidas linhas, então se você já gosta de alguma delas fica mais fácil de escolher um que possa dar certo.

3- Oro Argan, da Bioderm: Esse shampoo é muito querido entre as praticantes da técnica, inclusive por ter um valor mais acessível. Ele é a base de óleo de argan e contém além do anfótero, sulfato leve na composição. Por esse motivo acredito que ele promova uma limpeza menos leve que os produtos anteriores.


Co-Wash com anfótero

A outra forma de não se preocupar com os silicones insolúveis é usar um produto próprio para co-wash, mas que contenha anfótero na composição. Existem controvérsias em relação a isso, pois algumas praticantes afirmam que a concentração de anfótero num co-wash é menor que a presente em um shampoo sem sulfato. Porém nunca li uma informação das marcas sobre o assunto. Na dúvida é só intercalar um co-wash com o seu shampoo preferido. Algumas sugestões de produtos com anfótero:


1- No Shampoo, da Vivá Brasilis Cosméticos: Esse condicionador de limpeza contém além do anfótero, manteiga de karité, ácido cítrico e extratos botânicos.

2- Higienizador Hidratante para Co-Wash Mari Morena: Co-wash criado pela blogueira Mari Morena, que foi uma das precursoras na divulgação das técnicas no Brasil. A fórmula contém: anfótero, óleo de coco, óleo de jojoba, óleo de malaleuca e arnica.

3- Deixa Ficar, da Inoar: Creme multifuncional que pode ser usado como creme de limpeza, condicionador e leave-in. Contém: anfótero, óleo de girassol, óleo de macadâmia e vitamina E. A marca criou mais 4 versões do produto: "Você é tudo pra mim", "Amigos para sempre", "Amor de verão" e "Não vivo sem você". O preço é bem acessível: de R$10,00 a R$15,00 e a embalagem contém 500 ml.

Essas foram as minhas dicas pra você que quer começar aos poucos a seguir o No Poo ou apenas busca alternativas mais hidratantes para os seus cabelos.


Testando cosméticos baratinhos

||
Quem nunca olhou torto para um cosmético mais baratinho e passou direto por ele na perfumaria? Pois é, eu também já fui assim, mas graças ao blog a minha veia investigativa foi ativada e agora antes de desprezar os pobrezinhos eu costumo testá-los. Os escolhidos para o experimento de hoje foram esses:





Base Matte Ruby Rose


A famosa "base de cinco reais", a mais falada entre as blogueiras/youtubers no momento: Base Matte da Ruby Rose. Bom, pra começar ela não custa mais cinco reais, graças à propaganda positiva ela está custando 12 reais! Ainda assim é muito baratinha, né? E é boa mesmo? Dá uma olhada na cobertura dela:

Sente o reboco!

A promessa dela é ter uma cobertura de efeito matte, conter a oleosidade da pele e disfarçar pequenas imperfeições. Realmente ela cumpre o que promete, minha pele é bastante oleosa e a base realmente ajudou a controlar esse probleminha. Achei a cobertura média, mas acredito que usando mais uma camada ela possa potencializar a cobertura, porém como não tenho o menor talento pra isso deixo a sugestão para você se aventurar em casa. A durabilidade também é muito boa, aguenta umas oito horas tranquilamente. Ela também não transfere quase nada, característica que é difícil de encontrar até mesmo em bases mais caras. Outro ponto positivo é que a paleta de cores abrange vários tons de pele, desde o quase transparente como o meu até os de pele negra. O único ponto negativo pra mim é ela não ter protetor solar, mas por 12 reais acho que seria pedir demais, né?


Batom Matte Ruby Rose


No dia que comprei a base acabei me empolgando e levando também esse batom da mesma marca para testar. O preço? Doze reais também! E ele ainda é 2 em 1: metade bastão, metade líquido. Essa cor lindíssima é a 268 e tem efeito matte também:

A linha superior é do bastão e a inferior é a do líquido

O cheiro desse batom é uma delícia, doce, dá vontade de morder! Apesar de ser matte eu senti um efeito hidratante, o que eu gosto muito porque odeio sentir os lábios craquelando. Os 2 são bem pigmentados e tem uma durabilidade boa, porém eles transferem um pouquinho, o líquido um pouco mais, apesar do efeito ser lindo. Minha sugestão é usá-lo quando você não tiver a intenção de beijar ninguém.


Lenços demaquilantes Ruby Rose


Pra retirar a base e o batom vamos precisar de que? Isso mesmo: lenços demaquilantes! Eu já costumava remover a maquiagem com lenços umedecidos de bebê mesmo, porque nunca gostei daqueles demaquilantes oleosos. Comecei a ouvir falar muito bem desses da Ruby Rose e resolvi testá-los. Eles também custam R$12,00 e contém 25 unidades. A fórmula não contém álcool etílico e possui glicerina, vitamina E e extratos botânicos. Removem bem toda a maquiagem, inclusive máscara de cílios, e com apenas um lenço consigo limpar todo o rosto. Sinto até um efeito hidratante mesmo, porém não deixa a pele oleosa.


Desodorante Creme Leite de Rosas



Você deve estar pensando: "Desodorante em creme? Deve ficar tudo melecado, eca!", mas não é isso que acontece, pode acreditar em mim. Já havia usado um desodorante em creme da Natura há alguns anos atrás e gostado muito, então quando vi esse da Leite de Rosas resolvi testar. Ele já começa bem pelo preço: R$4,95! A fórmula contém  glicerina, biotina, extratos botânicos e não possui álcool etílico. O cheiro é bem suave, neutro, não compete com o perfume que você estiver usando. O efeito fica bem sequinho (nada melecado), não mancha a roupa e a durabilidade é muito boa. Ótima opção para quem tem a pele sensível.


Desodorante para os pés Musa


Se tem uma coisa que ninguém aguenta é ficar com chulé, né? Pelo amor de Deus! Para evitar essa situação desagradável sempre utilizei desodorante para os pés, principalmente no verão. Já testei alguns em aerossol e o efeito é bom, porém esse da marca Musa é líquido e acho que a durabilidade é maior. O cheirinho também é bem mais suave que os em aerossol, um cheiro de menta. A fórmula contém triclosan, que é um agente bactericida, óleo de alecrim, mentol e extratos botânicos. O preço é em torno de treze reais, mais um baratinho que vale a pena.

E você, já se surpreendeu com algum cosmético baratinho? Tente, não custa nada testar, ou melhor, custa mas é bem pouquinho!








Top 3 óleos finalizadores que não pesam

||
Quem tem um cabelo indefinido, também conhecido como ondulado 2 A, possui características tanto dos cabelos lisos como dos ondulados propriamente ditos, dependendo da sua sorte as características que irão prevalecer. É muito comum onduladas que sofrem com oleosidade na raiz, por exemplo, característica típica de cabelos lisos. Porém, se tem uma coisa que todas têm em comum é a presença do bendito frizz! Para se livrar dele, ou pelo menos reduzi-lo, não há como fugir do uso de óleos finalizadores. Sim, mesmo nos cabelos oleosos e finos é possível usá-los sem pesar, mas não pode ser qualquer óleo e é preciso calcular a quantidade certa. Pensando nisso, reuni nesse post um "Top 3" com os melhores finalizadores que controlam o frizz sem pesar.


3º Lugar: Pinga - Lola Cosmetics


O Pinga da Lola Cosmetics foi o primeiro óleo finalizador que eu aprendi a usar. Quando eu fazia as progressivas da vida eu não via muita necessidade em usar óleos, porém assim que a última química foi saindo meus fios começaram a ficar sedentos por eles, até se embriagarem dessa Pinga! 


A marca criou 3 versões do produto, as que eu utilizei foram essas da foto: "Patauá e Moringa" e "Açaí e Pracaxi". Eles são multifuncionais, podem ser usados como finalizadores, como umectação e para "batizar" as máscaras de hidratação. Para mim o melhor efeito foi o de finalização mesmo. A textura dos dois é bem viscosa, por isso basta uma pequena quantidade para aplicar em todo o cabelo, o que faz com que o produto dure bastante também. Meu conselho de uso é aplicar uma gotinha na palma da mão, esfregar as mãos e começar aplicando somente nas pontas, com a quantidade que sobrar nas mãos você pode aplicar no comprimento se desejar. Outros pontos positivos: liberado para as técnicas Low Poo e No Poo e Cruelty Free. O único ponto negativo é o cheiro, que acho um pouco forte, mas isso é extremamente pessoal e já vi meninas que amam o perfume deles.


2º Lugar: Argan Oil - Inoar


Esse óleo maravilhoso ficou durante muito tempo negligenciado no meu armário, porque estava testando outros e acabei esquecendo dele. Um belo dia resolvi usá-lo e me apaixonei! Ele é a base de óleo de argan e compõe uma linha que possui shampoo, condicionador, leave-in e máscara.


Ele é um pouco menos viscoso que o Pinga, mas também deve ser usado com cautela, uma gotinha já é suficiente. Diferentemente do anterior, o cheiro desse óleo é divino! O legal é que permanece nos cabelos por um bom tempo, porém acho um perfume suave. A fórmula é liberada para a técnica Low Poo e a marca também não faz testes em animais. Essa versão pequenininha veio de brinde no kit com shampoo e condicionador da mesma linha, mas existe a versão maior.


1º Lugar: Cristalli Liquidi - Alfaparf


Se você é uma das onduladas que sofre com a oleosidade ou mesmo se tem cabelo liso, esse é o seu óleo finalizador ideal, pode acreditar em mim. Pense numa textura leve, mas bem leve mesmo, quase líquida, ele é exatamente assim:


Ao aplicar, o produto é absorvido quase que instantaneamente, promovendo um brilho incrível e dando até uma maquiada nas pontas duplas. A fórmula é a base de extrato de semente de Linhaça, vitamina E, ômega-3 e ômega-6, também é liberada para a técnica Low Poo. O cheiro é maravilhoso, cheiro de rica, sabe? O melhor de tudo é que esse é o tipo de finalizador que não pesa de jeito nenhum, por isso ele está em primeiro lugar. O único defeito dele é o preço, que é meio carinho, mas nada que uma promoção não amenize, porque vale cada centavo.

Esse foi o meu "Top 3", acredito que pelo menos um deles funcione pra você. O segredo, como eu disse no início, é acertar o produto e principalmente a quantidade. Depois que aprendemos a usar, percebemos que os óleos finalizadores são nossos melhores aliados, especialmente no "day after". Outra forma de utilizá-los é misturando uma gotinha no creme de pentear.








Loira ou Ruiva ?

||
Desde que mudei do loiro para o ruivo me perguntam quais as principais diferenças, qual dos dois é mais difícil de manter, qual é o mais caro pra se fazer no salão, qual resseca mais etc. A minha preferência é um tanto quanto óbvia, né? Porém passei dois anos loira, o que me rendeu um pouquinho de experiência para dividir com vocês. Reuni as principais diferenças entre o loiro e o ruivo nesse post, para ajudar quem está pensando em escolher entre os dois.



Retoque

O retoque do ruivo realmente tem que ser mais frequente, dependendo do tom natural da sua raiz é claro (quanto mais escura a raiz, maior o contraste). Isso também não é uma regra, varia de acordo com o seu desconforto com a sua cor natural aparecendo. Com o loiro já é diferente, porque normalmente fazemos luzes gradativamente, o cabelo não fica todo de uma cor. Além das técnicas de ombré hair por exemplo, onde a raiz fica maior propositalmente. Isso nos permite um retoque com um intervalo maior. Em geral o retoque de luzes é feito de 2 a 3 meses, enquanto que o do ruivo de 30 a 45 dias.


O preço dos procedimentos também é uma dúvida que sempre aparece, é inclusive comum se ouvir que o ruivo é muito caro para se manter. Bom, se isso fosse verdade eu não estaria ruiva, gente! É claro que isso vai variar muito de acordo com o profissional, o bairro que está localizado o salão (bairros mais "nobres" obviamente tem um preço mais alto) etc. Vou dar o exemplo da faixa de preço dos profissionais com os quais eu fiz tanto o loiro quanto o ruivo. Para o retoque das luzes eu gastava em torno de R$200,00, considerando que a cabeleireira era minha amiga e dava um descontinho, mas o valor da região que eu moro é mais ou menos esse. Já o retoque do ruivo eu faço num salão que tem uma promoção bem legal, o "Clubinho das ruivas", nele você faz o retoque mensal pelo valor de R$80,00 e ainda está incluída uma hidratação. Como eu sempre faço escova, o valor total fica em torno de R$120,00.

Desbotamento

      Loiro oxidado X Ruivo desbotado

Se tem uma coisa que não tenho saudade do loiro é desse amarelado medonho, no estilo da Katy Perry nessa foto, que o cabelo ganhava com o tempo. Por melhor que seja a técnica que o profissional use, é inevitável que ocorra a oxidação da cor, é nesse momento que recorremos ao famoso "desamarelador" ou matizador. Já falei melhor sobre eles no post Manual para loiras iniciantes.


       Shampoo matizador Silver L´oréal X Tonalizante Be Russet Leads Care

Já o ruivo desbota que é uma beleza, a cada lavagem você está com um tom diferente. Apesar disso eu ainda prefiro o desbotamento do ruivo ao amarelado do loiro, porque o ruivo desbota de forma uniforme, mudando para um tom de castanho ou loiro natural, dependendo da tinta. É algo que incomoda porque queremos sempre um tom vibrante, mas não chega a ser feio, apenas ficamos com um tom mais claro. Para minimizar esse problema temos uma infinidade de tonalizantes ruivos, graças a Deus! Os tonalizantes que eu indico aqui são as máscaras com corantes, elas não contém amônia. Já falei sobre tonalizantes nos seguintes posts: Cronograma Capilar para Ruivas e Resenha C29 Orange Mask.


Ressecamento


Esse para mim é outro quesito no qual eu prefiro mil vezes o ruivo, porque não existe nada que danifique tanto o cabelo quanto a descoloração. Logicamente que a tinta também causa danos, mas não tem comparação. Lembro que a primeira vez que fiz luzes fui trabalhar no dia seguinte e choveu, entrei no banheiro me achando a Gisele Bündchen, me olhei no espelho e percebi que parecia ter um rolo de sisal na minha cabeça! Aí da-lhe cronograma capilar na juba! Exageros à parte, nos dois casos devemos caprichar nas hidratações.


Resumão comparativo


Para quem ainda está na dúvida deixei esse resumão comparativo para ajudar na decisão. Lembrando que quaisquer procedimentos químicos causam algum tipo de dano aos fios, mas independentemente da cor escolhida é possível ter um cabelo saudável desde que ele seja bem cuidado. Para isso você sempre encontrará dicas aqui no blog.


Dica da Ruiva: 

Já conhece a nossa loja, a Boutique da Ruiva? Lá você encontra os melhores tonalizantes para ruivas e loiras, além de outros produtos para cabelos, todos livres de testes em animais. Leitores tem cupom especial de desconto com o código: RUIVA2A. Acesse: www.boutiquedaruiva.com.br

* É ondulada e quer trocar dicas sobre o seu cabelo incompreendido? Conheça o nosso grupo no Facebook: Onduladas 2 A






© BL Design - 2016. Todos os direitos reservados || Tudo aqui é feito com amor.
Criado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo