Shampoo e Condicionador Inoar Divine Curls

||
Hoje vamos falar sobre a linha Inoar Divine Curls, que foi desenvolvida especialmente para os cabelos ondulados e cacheados. Já fico feliz quando leio a palavra "ondulados" no rótulo, já que é tão difícil as marcas se lembrarem da gente. A linha é totalmente livre de sulfatos, petrolatos, silicones e também não é testada em animais. Podemos até dizer que toda a linha é liberada para a técnica No Poo, já que o shampoo possui apenas anfóteros como agentes de limpeza, ou seja, é praticamente um co-wash.




O shampoo já é o meu preferido da vida há um tempinho, inclusive já falei dele algumas milhares de vezes aqui no blog. O condicionador só testei recentemente e pensei na hora: "Por que eu não tinha usado antes?". A sinergia entre os dois é simplesmente fantástica, por isso achei que valeria a pena uma resenha completa. Os principais ativos da linha Divine Curls são: óleo de pequi, óleo de argan, óleo de macadâmia, vitamina E e vitamina B5. Pela fórmula já dá para imaginar o quanto essa linha é hidratante, né?




O shampoo tem uma textura totalmente diferenciada, bem cremosa, semelhante a um co-wash. Essa característica pode dificultar a lavagem para quem não está acostumada, é preciso espalhar uma quantidade generosa no couro cabeludo e massagear muito bem. Como ele não escorre para as pontas, é importante que se aplique um pouco também no comprimento e pontas dos cabelos. Não é necessário esfregar o comprimento, apenas enluvar como se fosse uma máscara de hidratação. A sensação que se tem é exatamente essa: de ter feito uma hidratação. Apesar disso ele limpa muito bem os fios. Já o condicionador possui uma textura bem levinha para esse tipo de produto. Você olha e não dá nada por ele, mas quando você aplica o cabelo simplesmente desmaia na hora, parece aquelas ampolas de hidratação de 3 minutos, sabe? Fiquei extremamente surpresa positivamente com o uso desses dois produtos juntos. Por ter um cabelo extremamente seco e quimicamente tratado sinto sempre a necessidade de usar uma máscara, mas com essa dupla dá até para dispensar o uso num dia de mais correria. A linha é uma excelente opção não só para as cacheadas, onduladas e crespas, mas também para todas que possuem cabelos extremamente ressecados. Infelizmente a marca ainda não lançou a versão "Litrão", somente embalagens de 250 ml. Os produtos podem ser encontrados em perfumarias ou em lojas virtuais pelo preço médio de R$35,00 cada um, porém sempre tem uma promoção do kit com os dois por um preço mais amigo.

*Quer trocar mais dicas como essa? Entre no nosso grupo no Facebook:Onduladas 2 A


Como escolher o shampoo certo?

||
A maioria das pessoas acha que a escolha do shampoo não faz a menor diferença, que ele tem apenas a função de limpar e deixar um perfume gostoso nos fios. Se você está entre essas pessoas creio que esse pensamento seja em função de uma dessas duas situações que descreverei abaixo: 

1- Você já usa o produto ideal para os seus cabelos e por isso não percebe o bem que ele faz;

2-  Você está sempre testando os shampoos errados para o seu tipo de cabelo e por isso não consegue um resultado positivo com nenhum deles.

Acredite, eu estava no primeiro grupo há alguns anos atrás. Como eu fazia escova progressiva e luzes, usava uma linha profissional de shampoo e condicionador indicada pela minha cabeleireira da época. Tudo ia bem até que, em função do meu antigo blog, inventei de testar novos shampoos. A partir daí vi que meu cabelo não reagia bem a qualquer produto, então voltei para um shampoo da marca que eu já usava. Hoje em dia eu troco de shampoo sim, mas sempre pesquiso se aquele produto tem as características que meu cabelo precisa. Bom, eu já sei identificar o que um shampoo precisa ter para reagir bem nos meus fios, que são extremamente secos e quimicamente tratados, mas você sabe identificar o produto ideal para você? Preparei um guia rápido com as principais características que um shampoo deve ter de acordo com o tipo de cabelo: oleoso, misto, seco/ressecado e quimicamente tratado.



Cabelos oleosos

Cabelos extremamente oleosos precisam de um shampoo com um maior poder de limpeza, porém não a ponto de ressecar as pontas, afinal se isso acontecer você terá dois problemas, não é mesmo? Por isso evite os shampoos anti-resíduos, pois eles possuem um pH de neutro a alcalino, o que acaba abrindo as cutículas dos fios e causando o ressecamento. Os produtos destinados ao estímulo do crescimento capilar costumam ser boas opções para os cabelos oleosos. Separei dois exemplos desses shampoos, que limpam bem sem ressecar.


1- Shampoo Tio Nacho Antiqueda Ervas Milenares (com sulfato): Possui como principais ativos: geleia real, extrato de ginseng, aloe vera, urtiga, camomila, bardana, jojoba e cacahuananche. É um shampoo à moda antiga, então contém sulfato, sal (cloreto de sódio) e parabenos. Tem cor e cheiro de mel.

2- Shampoo Rapunzel, da Lola Cosmetics (sem sulfato): Assim como o anterior possui vários extratos botânicos, além de óleos e cafeína. Mesmo sem sulfatos fortes possui alto poder de limpeza.




Cabelos mistos

Raiz oleosa e pontas secas, problemas muito comuns em quem possui cabelos finos e oleosos e faz algum processo químico como tintura, luzes ou escovas progressivas. Nesses casos não adianta usar um produto super hidratante, pois a raiz ficaria oleosa rapidamente. Por outro lado, um shampoo com grande poder de limpeza deixaria os fios ressecados. A solução, por mais óbvia que pareça, é encontrar um produto que seja um intermediário entre esses dois: nem tão hidratante, nem tão limpante. Algumas características que ajudam a identificar esses produtos: fórmula com aminoácidos, queratina e pantenol; pH levemente ácido (5,0 a 5,5). É claro que para confirmar o efeito é necessário o teste, mas separei três exemplos de shampoos que funcionam muito bem nos cabelos mistos. 



1- Shampoo Cavalo Forte, da Haskell: Shampoo que estimula o crescimento capilar. Fórmula a base de biotina, pantenol e queratina. Dos shampoos para crescimento que testei é o que mais hidrata, porém mantém o seu poder de limpeza.

2- Shampoo lady, da Leads Care: Possui aminoácidos, pantenol e óleo de semente de uva como principais ativos. Limpa sem ressecar e tem um perfume divino.

3-  Shampoo OX Proteins - Reconstrução Profunda, da OX: Possui "tutano vegetal" e aminoácidos na fórmula. É o mais baratinho dos três (entre R$9,00 e R$11,00) e pode ser encontrado em supermercados. Fórmula simples, mas também hidrata na medida certa.

* Todos possuem sulfato.



Cabelos ressecados

Para cabelos secos/ressecados o shampoo deve ser o mais hidratante possível, com pH mais ácido (entre 4.0 a 5.0) e de preferência com óleos na fórmula. Com essas características eu não poderia deixar de citar os shampoos mais hidratantes que eu já testei, quem já acompanha o blog já está cansada de saber quais são: Divine Curls e Argan Oil, ambos da Inoar. Hoje os dois possuem fórmulas sem sulfato, mas a versão que testei do Argan Oil ainda possuía sulfato e mesmo assim era muito hidratante.


1- Shampoo Inoar Divine Curls: Os principais ativos da fórmula são: óleo de pequi, óleo de macadâmia, óleo de argan e vitamina E. A textura do shampoo é bem cremosa, semelhante a um co-wash.

2- Shampoo Inoar Argan Oil: A fórmula contém óleo de argan, óleo de jojoba e manteiga de cacau. Possui textura leitosa e faz pouca espuma.



Cabelos quimicamente tratados

Coloração, luzes, alisamentos e escovas progressivas causam ressecamento e perda de "massa capilar". Por isso esses fios fragilizados não podem ser tratados com qualquer shampoo. Normalmente os produtos para cabelos quimicamente tratados possuem pH ácido, aminoácidos e/ou queratina na fórmula, além de agentes hidratantes. Os produtos que eu selecionei hidratam na medida certa, não são tão hidratantes quanto os do tópico anterior, mas não irão ressecar de forma alguma os seus fios. Para quem possui química, mas tem os fios mais mistos ou oleosos eu sugiro o uso de algum exemplo do tópico sobre cabelos mistos desse post.


1- Shampoo Vita Derm Proteção da Cor (com sulfato): Fórmula rica em aminoácidos, nanopartículas do grão de arroz e hidrolisado de grãos de quinoa. Possui proteção solar e pH em torno de 5.0. Temos uma resenha dele aqui.

2- Caviar Color Shampoo, da K.Pro (sem sulfato): Os principais ativos são a queratina, o extrato de caviar e o extrato de semente de girassol. O pH varia entre 4.5 e 5.5.

3- Shampoo Vita Derm Pós Química (com sulfato): A fórmula contém um mix de aminoácidos, com ação reconstrutora. Possui faixa de pH em torno e 5.0 e filtro solar.

4- Shampoo Amend Color Reflect (sem sulfato): Shampoo indicado para cabelos tingidos. Possui proteína do arroz e "aminocolor" na fórmula. A marca não informa a faixa de pH.


Espero ter te ajudado a conseguir escolher o shampoo ideal para você. Quer indicar algum produto que eu não citei, tirar alguma dúvida ou dar alguma outra dica? Deixe um comentário ou entre no nosso grupo do Facebook: Onduladas 2 A.






O que tem no quarto de Bridget Jones?

||
Não lembro se cheguei a comentar sobre isso em algum post, mas o nome desse blog foi diretamente inspirado no "Diário de Bridget Jones". Além de ser a única comédia romântica que eu consegui gostar (e assistir novamente sempre que possível), achei que a personagem tinha tudo a ver com o conteúdo que eu gostaria de passar aqui, ou seja, que não precisamos ser perfeitas para nos sentirmos bonitas e felizes. Existem vários elementos que eu amo no filme, mas hoje vamos focar na decoração da casa da Bridget, mais precisamente na do quarto.


Essa foto, que serviu de base para o post, é de "O bebê de Bridget Jones", terceiro filme da personagem. Apesar de um pouco diferente da dos filmes anteriores, a decoração tem todas as características que refletem a personalidade de Bridget. O estilo é romântico e meio vintage, o quarto parece aconchegante e funcional. Não temos uma penteadeira por exemplo, afinal a personagem tem cara de quem faz a maquiagem correndo no banheiro mesmo. Esse verde clarinho, meio verde-água, meio pistache, meio quase turquesa das paredes me agradou bastante. Consegui algumas inspirações em tons parecidos com esse:


Acho que a Bridget viveria tranquilamente em um desses três quartos, o estilo ficou bem parecido. Como a minha inspiração inicial foi a primeira foto e algumas cenas do filme, selecionei algumas peças-chave que não poderiam faltar num quarto inspirado no da personagem. Começando pela estrela do quarto, a cama:


Em todos os filmes ela estava presente: uma linda cama de ferro branca, a cara da sonhadora e "avoadinha" Bridget. O armário dela provavelmente era aquele closet sem graça e pequeno, padrão do tipo de apartamento que ela vivia na história, por isso não vou falar de armários nesse post. Onde será que ela guardava as famosas calçolas estilo cinta modeladora então? Certamente ela tinha uma linda cômoda como essas aqui:


Como a cama era o lugar preferido da personagem para escrever no seu diário, além de comer suas guloseimas, fumar e mexer no celular, ficou faltando um lugar para apoiar todas essas coisinhas, né?


Criados-mudos no estilo provençal seriam perfeitos para resolver o problema da Bridget. Daria para colocar luminárias e apoiar os lanches. Além de guardar o diário na gavetinha depois de escrever.


Para finalizar a decoração escolhi como inspiração uma composição de quadrinhos bem minimalistas, com frases positivas. No filme é possível ver alguns quadros nesse estilo na parede acima da cama. É uma ideia boa, pois não enche o quarto de informações distintas e mantém um estilo delicado e romântico.

Como eu disse no início do post, adoro a decoração do quarto da Bridget e acho perfeitamente possível que ela nos sirva de inspiração. Mais alguém copia a decoração das casas de seus personagens favoritos ou eu sou a única doida que faz isso?






Miracurls Máscara Condicionante

||
Hoje vamos falar da Máscara Condicionante Miracurls, da marca Mazzon Nature. Conheci o produto através da My Care Box, uma caixa por assinatura que tem uma opção voltada para a Técnica Low Poo.




A máscara é indicada para cabelos cacheados, mas já falamos muitas vezes aqui no blog para não nos preocuparmos com essas indicações e sim com a composição das máscaras. Produtos para cachos costumam ser ricos em óleos, o que é perfeito para quem possui cabelos ressecados e danificados, mesmo que eles sejam lisos ou ondulados. A Miracurls tem como principais ativos: noz de macadâmia, manteiga de karité, silicones especiais e semi di lino. A promessa do produto é proporcionar aos fios nutrição, reparação e condicionamento duradouro.




A textura é bem grossinha, o que faz com que ela renda muito. O cheiro é bem suave e lembra nozes. A embalagem no estilo de condicionador me agradou bastante por ser fácil de deixar no box e não correr o risco de derramar. O único problema é que por ela ser bem espessa é difícil para o produto sair, tenho sempre que apertar com uma certa força. Para quem não gosta de malhar o braço no momento do banho seria interessante que a marca fizesse uma pequena mudança: colocar a abertura na parte de baixo resolveria o problema.


Fórmula completa: liberada para a técnica Low Poo.

No momento da aplicação já sentimos os fios bem emolientes, aquele famoso efeito "desmaia cabelo" que tanto gostamos. A marca indica um tempo de pausa de 10 a 15 minutos. Após a aplicação não é necessário utilizar condicionador, já que a proposta do produto é justamente ser uma máscara condicionante para uso frequente. O efeito dela no meu cabelo foi bem semelhante ao de outra máscara com a mesma proposta, a Oro Argan Hidratação Instantânea, meu cabelo ficou bem macio e senti uma leve controlada no frizz. Não chega a ser uma nutrição pesada, daquelas que você percebe muito brilho e causam uma grande redução de volume. Quem não costuma se dar bem com máscaras ricas em óleos tem grandes chances de gostar dessa, já que ela não pesa nada nos fios. A fórmula é liberada para a técnica Low Poo e a marca não testa em animais. Só ficarei devendo o preço individual do produto, pois ele veio como parte do meu kit por assinatura e não achei o valor pesquisando em nenhum lugar. Ainda não vi produtos dessa marca sendo vendidos em lojas físicas, mas quem se interessar pode ser informar no site da marca: www.mazzonnature.com.

* Para trocar mais dicas como essa visite nosso grupo no Facebook: Onduladas 2 A

Guia de Tonalizantes Ruivos

||
O post de hoje é para você que acabou de ficar ruiva e ainda não escolheu um tonalizante para quando a cor der aquela desbotada. Também vai ser útil para quem não está satisfeita com o tonalizante atual ou apenas deseja testar outras marcas. Fiz um guia com as principais características de todos os tonalizantes que já testei. Considerei na minha avaliação os seguintes tópicos: tonalidade/resultado da cor, nível de pigmentação, serem liberados ou não para as técnicas Low e No Poo e a hidratação que promovem nos fios.




Color Intense Conhaque - C. Kamura



Tonalidade/resultado da cor: Cobre avermelhado.

Nível de pigmentação: Muito alta se aplicado puro (puxa para o vermelho) e alta se diluído em creme branco (resultado cobre ligeiramente avermelhado).

Técnicas Low e No Poo: Não liberado.

Hidratação: Bastante hidratante e proporciona brilho aos fios.




Be Russet - Leads Care



Tonalidade/resultado da cor: Ruivo acobreado.

Nível de pigmentação: Alta se aplicado puro, leve se diluído em creme branco.

Técnicas Low e No Poo: Não liberado.

Hidratação: Extremamente hidratante, proporciona brilho e maciez.



C 29 Orange Mask - Kostume



Tonalidade/resultado da cor: Ruivo acobreado.

Nível de pigmentação: Média se aplicada pura, quando diluída em creme a mudança é praticamente nula.

Técnicas Low e No Poo: Não liberado.

Hidratação: Não hidrata, na verdade até resseca um pouquinho. Sugiro usar uma máscara condicionante ou ampola de hidratação após a aplicação.

Resenha do produto: https://goo.gl/GG6gT3



Gloss Matizador 3 D Ruivo Sensation - Magic Profissional



Tonalidade/resultado da cor: Ruivo acobreado.

Nível de pigmentação: Alta mesmo diluindo em creme branco, aliás essa é a recomendação da marca. A diluição que eu usei foi de 3 colheres de creme branco para 1 colher de tonalizante.

Técnicas Low e No Poo: Liberado para Low Poo.

Hidratação: Não hidrata muito, sugiro o uso de um condicionador potente ou ampola de hidratação após a aplicação do tonalizante.

Resenha do produto: https://goo.gl/T8QHXf



Keraton Cobre - Kert



Tonalidade/resultado da cor: Ruivo acobreado.

Nível de pigmentação: Alta se aplicado puro, leve se diluído em creme branco.

Técnicas Low e No Poo: Não liberado.

Hidratação: Não resseca, mas gosto de aplicar uma máscara condicionante ou ampola de hidratação após o uso para sentir os fios mais macios.

Resenha do produto: https://goo.gl/1TD93c


Bom, vamos às considerações finais. Não mencionei o tempo de duração de cada um porque sinceramente nenhum deles dura mais do que quatro lavagens. Acredito que o Color Intense Conhaque (C. Kamura) dure um pouco mais se for aplicado puro, mas nesse caso o tom ficaria puxando bastante para o vermelho. O mais hidratante e com tom mais acobreado é o Be Russet da Leads Care. Espero ter te ajudado na sua escolha, se ainda tiver qualquer dúvida em relação aos produtos citados é só deixar um comentário e teria prazer em responder. 


Dica da Ruiva: 

Já conhece a nossa loja, a Boutique da Ruiva? Lá você encontra os melhores tonalizantes ruivos, além de outros produtos para cabelos, todos livres de testes em animais. Leitores tem cupom especial de desconto com o código: RUIVA2A. Acesse: www.boutiquedaruiva.com.br

* Para quem quer trocar mais dicas sobre cabelos pode entrar no nosso grupo no Facebook:Onduladas 2 A.















Resenha Aussie 3 Minute Miracle Strong

||
Para começar bem 2018 nada melhor que falar de um produto que deixa nossa juba bonita sem precisar gastar muito tempo pra isso, né? Aliás sem gastar muito tempo e nem muito dinheiro, já que graças ao nosso amado Supermercado Guanabara esse produto já deixou de ser caro tem um tempinho já! Estou falando da máscara condicionante Aussie 3 Minute Miracle Strong.




Acredito que muitas de vocês já conheçam a versão original do produto, o Aussie 3 Minute Miracle Moist, que tinha a proposta de fazer uma super hidratação em 3 minutos. Eu testei na época que era loira e realmente era um produto maravilhoso, para aqueles dias que você precisa de um cabelo lindo mas não tem tempo, sabe? A marca então lançou as versões: Smooth (ação anti-frizz), Color (para cabelos tingidos), Shine (brilho duradouro) e a versão que venho resenhar hoje, a Strong, que promete cabelos 10 vezes mais fortes em 1 semana.




A fórmula de todos é bem semelhante, a única diferença fica por conta da seleção de extratos botânicos de cada um. A textura da versão Strong também é bem parecida com a da versão Moist, com uma consistência que lembra muito a das ampolinhas da Pantene. O cheiro é doce, mas bem suave. A Strong, assim como todas as versões, é liberada para a técnica Low Poo. Fórmula completa abaixo:




Vou fazer um pequeno resumo dos principais componentes da fórmula e suas respectivas funções:

- Extrato de seda: Contém aminoácidos, promove leve ação reconstrutora e proporciona brilho.

- Extrato de figueira da Índia: Ação hidratante, emoliente e antioxidante.

- Extrato de trevo vermelho: Fortalece a fibra capilar, previne a caspa e irritações no couro cabeludo, adiciona volume e brilho.

- Extrato de flor de lótus: Tônico revitalizante.

Pela ação dos ativos da fórmula fica evidente que o objetivo do produto é fortalecer a fibra capilar, mas ele cumpre o que promete? Bom... para início de conversa vamos esquecer essa história de "10 vezes mais forte em 1 semana", ok? A ação da máscara é uma hidratação intensa e de ação rápida, muito semelhante a versão original. Eu particularmente adoro esse efeito e uso sempre que estou na correria. Ela é daquelas que desmaia o cabelo no momento da aplicação. Não deixa os fios pesados, dá uma controlada no frizz e hidrata na medida certa. Para quem pratica o cronograma capilar eu sugiro usar na fase de hidratação. A embalagem tem 236 ml e o formato facilita o transporte em bolsas e necessaires sem fazer sujeira. Ah...lembra que eu disse que ele deixou de ser um produto caro? Se você for do Rio de Janeiro pode encontrar ele baratinho no Supermercado Guanabara (que infelizmente não está patrocinando esse post). Esse que eu usei veio num Kit com 3 unidades que custou R$60,00 (R$20,00 a unidade). Depois que comprei cheguei a ver a versão Moist por R$14,99!

*Gosta de trocar dicas como essa? Então você será muito bem-vinda no nosso grupo do Facebook:Onduladas 2 A



© BL Design - 2016. Todos os direitos reservados || Tudo aqui é feito com amor.
Criado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo